A História do Sistema Operacional Android

É hoje o sistema operacional móvel mais usado no mundo. Software de código aberto, o Android faz uso da tela sensível ao toque como principal interface.

O que é o sistema Android? Como chegou até as versões mais conhecidas hoje? Confira a linha do tempo!

O que é o sistema Android? Como chegou até as versões mais conhecidas hoje? Confira a linha do tempo! Aqui vamos acompanhar a trajetória até a versão Nougat 7.1

O sistema Android é um sistema operacional de código aberto, desenvolvido inicialmente por um consórcio de desenvolvedores conhecido por Open Handset Allience. O Android utiliza-se da tela sensível ao toque, ou touch-screen como interface, para que seu usuário possa manipular objetos virtuais, como se fosse um teclado virtual. Foi desenvolvido principalmente para dispositivos móveis, sendo os smartphones o principal deles. No entanto também tem interfaces específicas para TV, carros (Android Auto) e relógios de pulso (Android Wear).

O seu núcleo é baseado no Linux e parte da sua implementação possui trechos de código da linguagem de programação Java.

Em ordem alfabética, desde 2009, cada nova versão recebe o nome de um doce

cada nova versão recebe o nome de um doce

É hoje o sistema operacional móvel mais utilizado no mundo. Desde 2013, sua loja de aplicativos a Google Play, possuía mais de 1 milhão de aplicativos disponíveis. Inicialmente o Android foi desenvolvido pela empresa Android, Inc., e comprado pelo Google em 2005 e revelado em 2007

Android: a história

Aparelho Android de nome Astro, com foco empresarial.  (Foto: Reprodução/Hong Kiat)

Aparelho Android de nome Astro, com foco empresarial. (Foto: Reprodução/Hong Kiat)

A Android Inc. foi fundada em outubro de 2003, em Palo Alto, na Califórnia por Andy Rubin (cofundador da Danger), Rich Miner, Nick Sears, Chris White. O Google comprou a Android Inc. em 17 de agosto de 2005, mantendo alguns funcionários da recém-comprada empresa, como Rubin, Miner e White. O Android teve uma recepção fraca quando foi revelado em 2007. Apesar dos analistas terem ficado impressionados por empresas de tecnologia respeitáveis terem se juntado ao Google para formar a Open Handset Alliance, não estava claro se as fabricantes de celulares estariam dispostas a substituir seus sistemas operacionais pelo Android. Mais, como sabemos, após algum tempo o Android se tornou um grande sucesso.

Desde 2008 o Android tem recebido inúmeras atualizações para o sistema, adicionando novas funcionalidades e consertando erros de versões anteriores. A cada grande atualização o nome do sistema muda, recebendo nomes de doces.

Características

O Android funciona com uma interface padrão baseada na manipulação direta. A resposta para a manipulação é desenhada para ser imediata e produzir uma sensação de fluidez, respondendo imediatamente o usuário. Hardwares internos como acelerômetros, giroscópios e sensores de proximidade são utilizados por alguns aplicativos para responder à ações adicionais do usuário, como a mudança da orientação da tela de retrato para paisagem, dependendo de como o dispositivo é segurado ou imitando o volante de carro em um game de corrida.

utiliza-se da tela sensível ao toque, ou touch-screen como interface, para que seu usuário possa manipular objetos virtuais

Utiliza-se da tela sensível ao toque, ou touch-screen como interface, para que seu usuário possa manipular objetos virtuais

Desenvolvimento

As primeiras versões do sistema eram desenvolvido em segredo pelo Google, até o lançamento, o que mudou desde 2014, quando são lançadas versões beta e disponibilizadas com alguns meses de antecedência para teste, diminuindo assim falhas e bugs na versão. O código é então adaptado a cada fabricante para que rode nos hardwares específicos, com ou sem modificações.

Logo utilizado para o Android de 2007 à 2014
Logo utilizado para o Android de 2007 à 2014
Utilizado de 2014 à 2019
Utilizado de 2014 à 2019
Logo a partir de 2019 até o momento
Logo Android a partir de 2019 até o momento

O boneco verde que representa o Android foi desenhado para o Google em 2007 pela designer gráfica Irina Blok. O grupo de design responsável fez a inclusão de um robô no design final. Como o Android é aberto (open-source), foi concordado que o símbolo e o robô também deveriam ser livres de licença, tendo sido reinterpretado com muitas variações do seu design original. Seu nome é BugDroid.

Versões

Cada versão de Android recebeu novas funcionalidades, que podem ser usufruídas no aparelho e, em alguns casos, até a possibilidade de instalação de um determinado aplicativo. Aplicativos como o Facebook, teve sua versão mais recente apenas no Android versão 2.2, e o navegador Google Chrome na versão 4.0. Outra novidade são as execuções de conteúdo Flash, que por problemas de segurança e adaptação não serão mais suportadas pela versão do Android 11. Aqui vamos ver a partir da versão 1.5, ou Cupcake, até a versão Nougat, 7.1. Então, vamos lá...

Android Cupcake

Android Cupcake

Versão 1.5

Foi a terceira versão do Android, a primeira a utilizar oficialmente o nome de um doce, iniciando com a letra “C”, lançado em 27 de abril de 2009. Antes dele vieram as versões 1.0 Alpha e 1.1 Beta. A Cupcake conta com teclado virtual, widgets, upload de vídeos no YouTube e fotos no Picasa, som estéreo via Bluetooth;

Versão Cupcake

Versão Cupcake

Essa versão já permitia gravação e reprodução de vídeo em MPEG-4 e 3GP, animações de transições de tela, auto-rotação da tela; animação ao iniciar

Android Donut

A versão 1.6 foi lançada em 15 de setembro de 2009, não muito depois do Cupcake, a Donut fazia referência a uma rosquinha doce.

Versão 1.6

A versão 1.6 foi lançada em 15 de setembro de 2009, não muito depois do Cupcake, a Donut fazia referência a uma rosquinha doce.

Versão Donut
Versão Donut (Foto: Reprodução/Pathikshah)

A Donut vinha com mais opções de telas e resoluções de 320×240 e 800×480 pixels, com melhorias de desempenho, e caixa de pesquisa rápida na parte superior da tela.

Android Eclair

Android Eclair

Versão 2.0 e 2.0.1 e 2.1

Lançado em 26 de outubro de 2009, nome baseado no doce éclair feito com massa choux recheada com creme e cobertura de chocolate, conhecido por aqui como Bomba de Chocolate.

Interface da versão Eclair de 2009 (Foto reprodução Wikipedia)

A versão ganhou suporte a HTML5, Bluetooth 2.1, ainda mais otimização no desempenho, suporte a múltiplas contas, suporte ao Microsoft Exchange Server.

Android Froyo

Versão 2.2

Lançado em 20 de maio de 2010, o sistema chamado Froyo (Frozen Yogurt), uma sobremesa doce feita de iogurte congelado, semelhante ao sorvete

Interface Android Froyo
Interface Android Froyo (Foto reprodução: https://mobiputing.com)

Trouxe ainda mais melhorias, como suporte a hotspot Wi-Fi, além de suporte ao Adobe Flash 10.1, atualização do Android Market (atualizar tudo no Market), atualizações automáticas de aplicativos instalados e aumento da velocidade do sistema.

Android Gingerbread

Versão 2.3

O Gingerbread foi lançado em 9 de fevereiro de 2011, e na época o sistema contava com menos de 1% de base instalada em sistemas móveis. Isso começaria a mudar nos próximos anos.

Interface do Pão de Gengibre (Foto: Reprodução/TechGenie)

O Gingerbread ou Pão de gengibre trouxe melhorias na interface, suporte a teclado multitoque, melhorias na resolução, acesso a múltiplas câmeras, gerenciamento de downloads e troca de informações entre aparelhos próximos de forma segura.

Android Honeycomb

Versão 3.0 – 3.1 – 3.2

A Honeycomb, também lançada em 2011, nome que faz referência ao favo de mel, o sistema trazia melhorias no processamento com suporte a processadores multicore, otimização para telas maiores, abas no navegador, ajustes na câmeras e aplicativos, chat, Google Gtalk, além de área de trabalho 3D

Android Ice Cream Sandwich

Android Ice Cream Sandwich

Versão 4.0 - 4.0.4

Lançada em 16 de dezembro de 2011, a Ice Cream, fazendo alusão a um sanduiche de sorvete, procurou unificar a plataforma em smartphones e tablets. O sistema trazia suporte ao reconhecimento facial, mais dispositivos Bluetooth, mais opções para compartilhar arquivos em reses sociais e edições de fotos e vídeos.

Android Jelly Bean

Android Jelly Bean

Versão 4.1 – 4.2 – 4.3

Chegando na sua primeira versão em 9 de julho de 2012, o Jelly Bean ainda contou com mais duas atualizações, em 13 de novembro do mesmo ano e 24 de julho de 2013.

Interface da versão Jelly Bean

Fazendo alusão às jujubas, ou balas de goma, o sistema contou com reconhecimento e digitação por voz offline, nova tela de bloqueio, novos widgets, o Google Maps, e melhorias nas mensagens de notificações.

Android KitKat

Android KitKat

Versão 4.4 - 4.4.4

Lançado em 31 de outubro de 2013, quem não conhece os chocolates KitKat? A versão foi criada para funcionar de forma rápida, suave e responsiva, incluindo dispositivos de entrada, com pouca memória disponível. O KitKat trouxe melhorias no desempenho e segurança graças a possibilidade de ajustes nos níveis de falta de memória para processos.

Interface da versão KitKat
Interface da versão KitKat (Foto reprodução developer.android.com)

Com suporte ao Google Now, era possível enviar mensagens de texto ou reproduzir músicas por comandos de voz, entre outras tarefas. O Android 4.4 também introduziu compatibilidade com transações protegidas baseadas em NFC, impressão de conteúdo por serviços Wi-Fi, nova estrutura de acesso ao armazenamento do dispositivo, integração com o Google Drive, compatibilidade com TDLS de Wi-Fi, entre outras.

Android Lollipop

Android Lollipop

Versão 5.0 - 5.1

Inicialmente lançado em 12 de novembro de 2014, o Lollipop, ou pirulito ganhou uma atualização em em 10 de março de 2015, quando já chegava a 5% do mercado móvel. Ganhou compatibilidade com smartphones, tablets, TVs, carros e relógios. Foi nessa versão que começaram a aparecer notificações nas telas de bloqueio.

interface da versão KitKat
Interface de aplicativos reformulada (Foto reprodução developer.android.com)

Essa versão foi anunciada na época como a maior e mais ambiciosa até então. Seu objetivo era ser uma experiência mais rápida, suave e robusta. Nessa versão houve uma melhora nas notificações, que tornaram-se mais visíveis, acessíveis e configuráveis.

Android Marshmallow

Android Marshmallow 6.0

Versão 6.0

Marshmallow. Esse é o nome da versão lançada em 05 de outubro de 2015. Apresenta atualizações no Google Now executando comandos sem interromper o uso do aparelho, e administração de apps que dão acesso aos recursos do smartphone, possibilitando assim a economia da bateria.

A versão do Marshmallow introduziu otimizações de economia de energia para aplicativos ociosos, como o modo Soneca. Outra novidade são as possibilidades de seleção de texto, como Recortar, Copiar e Colar.
Interface da Versão 6.0 (Foto reprodução developer.android.com)

A versão do Marshmallow introduziu otimizações de economia de energia para aplicativos ociosos, como o modo Soneca. Outra novidade são as possibilidades de seleção de texto, como Recortar, Copiar e Colar.

Android Nougat

Android Nougat

Versão 7.0 - 7.1

Lançado primeiro em 22 de agosto e mais tarde, sua versão 7.1 em 5 de dezembro de 2016. Seu nome, Nougat, faz referência confeitos feitos com açúcar ou mel e castanhas assadas. A versão trouxe algumas novidades, como abrir dois aplicativos ao mesmo tempo, otimização da bateria e economia no plano de dados. O modo Soneca que havia sido introduzido na versão anterior, aqui recebeu algumas melhorias. O zoom de tela também permite ampliar ou reduzir todos os elementos na tela, melhorando assim sua acessibilidade.

Picture-in-picture e Notificações empacotadas
Picture-in-picture e notificações empacotadas (Foto reprodução developer.android.com)

A versão permite ainda o modo picture-in-picture em especial para reprodução de vídeos. Esse modo permite ao usuário assistir um vídeo em uma pequena janela fixada em um canto da tela enquanto navega em outros aplicativos.

Por MARCOS SCHADEwww.minhapage.com Bibliografia: Sites: wikipédia.org; developers.android.com; tecmundo